OBRAS

O que penso sobre...

Ronaldo Derzy Amazonas

“É uma enorme honra saber que esta obra foi gestada. Assim, o leitor que adquiri-la poderá fazer uma excelente retrospectiva do que foram os últimos seis anos, uma vez que os artigos do Ronaldo são sempre muito atuais, e muito bem contextualizados. Polêmico a maior parte do tempo, o autor não se exime de chamar seus leitores à reflexão sobre temas que envolvem, irritam e apaixonam a tantos. A argumentação hora apaixonada, hora apimentada, hora absolutamente técnica, pode não agradar a todos, mas certamente inicia ou aprofunda discussões importantes”.

Hiel Levy
Jornalista

Outros Olhares - Sobre a educação fiscal

Augusto Bernardo

“Augusto Bernardo é catedrático. Ele é referência não apenas no Amazonas quando se trata deste tema. Os textos que integram este livro foram selecionados pelo autor e publicados — em sua maioria — originalmente em jornais de grande circulação da cidade de Manaus como um alerta para a necessidade de um novo olhar para tudo que envolve a vida na sociedade, as políticas públicas e sua relação com o sistema tributário. Tal qual Mateus e Zaqueu, Augusto acredita na verdade da Educação Fiscal; na ressignificação do Estado, tendo o povo como agente transformador através da conscientização e faz disso sua missão de vida. Como afirma em um dos textos nesta coletânea: “Investir em Educação Fiscal é apostar no futuro”. Literalmente!!!”

Fred Novaes
Diretor de Redação e publisher do Jornal do Commercio

Página Virada - Uma leitura crítica sobre o fim da era PT

Alfredo Andrade

Neste livro de Alfredo Andrade, foram selecionados textos que mostram uma análise política do país, nos anos de 2014 a 2019. Revelam as mudanças que o brasileiro assistiu, com mais um impeachment de presidente, com a prisão de dois ex-presidentes do Brasil, do ex-presidente da Câmara dos Deputados, a multiplicação de delatores e de um grande número de políticos envolvidos em escândalos de corrupção. Importante salientar que o objetivo do autor não é um registro histórico dos fatos. Mais do que explanar didaticamente sobre o que vem acontecendo no Brasil, desde a segunda metade de 2014, essa obra é um termômetro do ânimo de milhares de brasileiros que lamentam o conteúdo dos noticiários, mas não se esquivam de analisá-lo com críticas fundamentadas na experiência de quem já viveu outros brasis, e ainda alimenta o sonho com um novo tempo para seus filhos e netos.

Crônicas em Papel de Pão​

Faber Num ​

O livro está dividido em três partes: crônicas, contos e ensaios. A primeira com crônicas ressaltando uma visão de mundo com doses de humor; a segunda com contos que abordam o cotidiano dos personagens com suas atitudes retratados de maneira lacônica, bem humorada e clara, em situações que, às vezes, foge ao que nos acostumamos a presenciar e a última o gênero ensaio, textos com reflexões abordando temas como violência contra a mulher, a literatura, educação dos filhos, devoção e fé.

Com reflexões e uma boa dose de humor, CRÔNICAS EM PAPEL DE PÃO apresenta-se como uma descontraída visita à mesa, com aroma de café e poesia. Um convite a uma viagem de riso e encantamento até que a última página se feche.

Intuição

Faber Num

Depois de uma longa espera para publicar o livro Intuição, Faber Num decidiu compartilhar seus poemas com um grupo seleto de pessoas, como você que está lendo esse texto, neste instante. Quando se trata da leitura de poemas, ouve-se falar do eu lírico, cujo o sentido se refere a uma espécie de outro eu, aquele quem escreve os poemas, que se expressa nos versos; que expressa sentimentos, opiniões, ideologias e entre outras coisas; os quais nem sempre estão de acordo com os do autor. Enfim o eu lírico é abstrato, trata-se de uma ferramenta importante para a criação e a livre expressão do poeta. Faber Num, ou seja, o eu lírico discorre sobre vários temas importantes ou triviais, intimistas e sociais, realistas ou românticos, particulares ou gerais. Boa leitura!